Adiar eleições municipais pode não ser bom para o país, diz analista

Em meio às discussões que envolvem os efeitos e consequências do coronavírus no Brasil, uma das discussões que tem chamado a atenção no ambiente político é a possibilidade de adiamento das eleições municipais de outubro deste ano. O presidente eleito do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, em entrevistas recentes, destacou que ainda espera que as eleições de 2020, marcadas para o primeiro domingo de outubro, sejam realizadas neste ano. Ele disse, porém, que tudo depende da evolução da pandemia de coronavírus.

Em entrevista à Rádio CBN Vitória, o advogado Juacy Loura, ex-juiz eleitoral e integrante da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradep), avalia que ainda há prazo para essa avaliação.

“Neste momento há duas datas importantes para os próximos 90 dias: o dia 6 de maio, que é a data limite para os eleitores tirarem novos títulos ou fazer alguma mudança; e o dia 20 de julho, quando começam as convenções e o corpo a corpo. Sobre os títulos, o sistema permite a mudança pela internet. Ou seja, até o dia 20 de julho pode haver mudanças, então o melhor é esperar”, afirmou.

Clique AQUI e confira a publicação na íntegra

EnglishPortugueseSpanish